ALIADO DE ABRAÃO, GABRIEL VERLY IMPÕE DERROTA INESPERADA A CHARLES FELISBINO EM ÁGUA DOCE DO NORTE

2686

Aliado próximo do prefeito Abraão Lincon, Gabriel Verly conseguiu uma vitória significativa sobre o vice-prefeito Charles Felisbino durante os últimos dias da janela partidária, o prazo final para filiação a um partido político. Esta manobra resultou em uma derrota surpreendente para Charles, que tinha grandes expectativas partidárias e havia investido politicamente no partido.

 

Apesar de ter anunciado sua pré-candidatura à prefeitura pelo PSB, partido do governador Casagrande, o vice-prefeito estava filiado ao partido Republicanos 10, exibindo com orgulho essa filiação.

o cenário político, há especulações de que Charles, com uma rede de contatos limitada na vida pública, dependeu do apoio de Gustavo Lacerda, vice-prefeito de Barra de São Francisco, para se aproximar de Erick Musso, presidente estadual do Republicanos.

 

O plano de Charles de concorrer à eleição pelo mesmo partido de seu mentor, Gustavo Lacerda, foi frustrado quando Gabriel Verly entrou na cena partidária. Verly, além de ser um aliado do deputado federal Messias Donato do Republicanos, mantém amizade com três deputados estaduais do mesmo partido. Conhecido por sua atuação discreta nos bastidores, Verly conquistou a presidência do partido no município, derrotando Charles e Celço Teixeira, este último tendo presidido o partido por um breve período.

 

 

Um documento recente destaca os aliados de Charles escolhidos para gerenciar o partido. Notavelmente, o e-mail e o contato telefônico listados são associados a Charles Felisbino, e sua esposa, Kellen Cristina, ocupava o cargo de vogal.

 

A certidão, datada recentemente, revela que Charles não conseguiu manter o controle do partido, resultando em frustração para seus planos políticos. A tentativa de manter em sua base o PSB 40 simboliza outra derrota, assim como a situação de Vailton Vieira, que também não conseguiu se manter no partido que desejava.

 

Gabriel Verly, procurado pela a reportagem da REDENEWSGRANDEVITÓRIA  comentou:

“Charles perdeu o controle do Republicanos 10, e Vailton teve que deixar o PSB 40. Não desejo antecipar debates eleitorais e falarei cada vez menos sobre isso, mas os agentes políticos já preveem os resultados das urnas em 6 de outubro em Água Doce do Norte.

As dificuldades enfrentadas por eles em se afiliar a um partido são apenas a superfície de problemas maiores que comprometerão suas trajetórias políticas”.

Gabriel optou por não detalhar quais seriam esses problemas, mas é conhecido por sua ampla rede de contatos e acesso a informações políticas e jurídicas relevantes sobre o contexto local.

Até o fechamento da matéria, o prefeito Abraão Lincon não se pronunciou acerca.