Assessor da Câmara Municipal de Vitória é preso em Santo Antônio com 170 mil dentro de casa

12123

#EXCLUSIVO

Assessor da câmara municipal de Vitoria Patrick Rocha Correia Vieira é  preso em Santo Antônio com 170 mil reais  dentro de casa.

A Polícia Federal cumpriu nessa manhã (01/09) na região de Vitória, uma Mandado de Busca e Apreensão contra um gerente de contravenções e Assessor Especial da Câmara Municipal de Vitória ES, na Grande Vitória.

A POLÍCIA FEDERAL CUMPRIU MANDADO NA CASA DE PATRICK VIEIRA EM SANTO ANTONIO

Informações dão conta de que o suspeito já estava sendo monitorado por uma investigação da inteligência da PF no Espírito Santo que estava em curso por um bom período e com a prisão de hoje as investigações ganharam a conclusão do Núcleo de Inteligência da PF/ES.

PRISÃO EM VILA VELHA CHEGOU ATÉ O ASSESSOR DE VITÓRIA

No mês de Julho a PF aprendeu uma Quadrilha de Contraventores em Vila Velha Es, num dos telefones de um dos integrantes a PF conseguiu chegar no suspeito que já estava sendo monitorado pelo o Núcleo de Inteligência da instituição.

 

 

Operação da Polícia Federal deflagrada em Santo Antônio

 

SUSPEITO FOI PRESO NUMA SECRETARIAO suspeito Patrick Rocha Correia Vieira Assessor Especial do Vereador Duda Brasil,  preso na operação de hoje foi encontrado dentro de uma Secretária de Esportes e conduzido até a sua residência em Santo Antônio e diante de um Mandado de Busca e Apreensão os Policiais Federais efetuaram o flagrante ao detectarem a exacerbada quantia de 170 mil reais acoplados dentro de uma parede falsa, camuflada com um acabamento artesanal, praticamente imperceptível.

O suspeito que é Assessor Especial do Vereador Duda Brasil de Vitória foi atuado em flagrante e conduzido até o Núcleo de Inteligência da PF-ES para prestar depoimento e será encaminhado ao Sistema Penitenciário da Sejus/ES.

OPERAÇÃO MAHYAH

A Operação Mahyah, no Espírito Santo, contou com o apoio Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), no cumprimento de mandados de prisão e busca e apreensão.
O servidor da Câmara de Vitória teria sido preso com grande quantia de dinheiro em casa, em Santo Antônio. A PF no estado confirmou o apoio a ação e a Câmara foi demandada, bem como o vereador DUDA BRASIL– que não se manifestou.

Já a CMV, por nota, informou que Patrik Rocha Correia Vieira, foi desligado essa manhã dos quadros de servidores da Casa.

“Ressaltamos que a ação do servidor em questão não reflete, de forma alguma, a conduta e o compromisso ético dos demais colaboradores desta Casa Legislativa, que continuam trabalhando incansavelmente em prol do bem-estar da população de Vitória”.

Operação em Santo Antônio na Casa do ex líder comunitário Patrick Rocha Correia Vieira

No portal da transparência há informações de que o servidor, lotado no gabinete do vereador Duda Brasil, recebeu em julho salário de R$6.864,29.

A operação conta com
cerca de 100 policiais federais cumprem 13 mandados de prisão preventiva e 19 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 2º Vara Criminal Especializada em organizações criminosas do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Dois promotores de Justiça do Gaeco/MPES participam da operação.

Patrick Vieira conversando com os policiais na porta da sua casa em Santo Antônio

Os mandados são cumpridos em municípios do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, em endereços ligados aos integrantes da organização criminosa, já denunciados pelo Ministério Público.

 

 

#Atualização.                                                                                                           Ratificando a informação do valor apreendido na casa do Assessor Parlamentar da Câmara Municipal de Vitória  Patrick Rocha Correia Vieira , com a informação da Polícia Federal trata-se de 170 mil reais em espécie.