Governo do estado garante que não haverá cobrança de pedágio na ciclovia da terceira ponte

33

O Governo do Estado do Espírito Santo informou através da Secretaria Estadual de Mobilidade e Infraestrutura que não haverá nenhum tipo de cobrança de pedágios para os usuários do novo sistema de transportes de bicicletas, a ser instalado nos próximos dias.

Com previsão de entrega para julho de 2023, a Ciclovia da Vida, estrutura destinada a ciclistas que está sendo anexada à Terceira Ponte, é rodeada de dúvidas acerca do seu funcionamento. Afinal, será cobrada alguma taxa para acesso? Somente bicicletas podem passar pelo local?

Como será o acesso à ciclovia?

De acordo com a Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) do Espírito Santo, para acessar a Ciclovia da Vida será necessário o uso do Cartão GV. O cartão que já é utilizado no sistema Transcol.

A diferença é que, mesmo não tendo saldo, o acesso será liberado. Sendo assim, não haverá cobrança para uso da nova via.

Segurança

Sobre a ocorrência de possíveis assaltos e demais casos de violência na ciclovia, a Semobi afirma que o local deverá ter um sistema de videomonitoramento e que em casos de acidentes na estrutura, o Corpo de Bombeiros será acionado.

Não houve resposta da secretaria se o videomonitoramento já foi licitado e será entregue junto à inauguração da via.

Só bicicletas podem acessar a ciclovia?

Sim. A Ciclovia da Vida será de uso exclusivo dos ciclistas. Ou seja, não será permitido fazer caminhadas ou atravessar a estrutura com veículos elétricos, como motos, patinetes e scooter, por exemplo.

Obras da Terceira Ponte previsão para Julho

Entrega prevista para julho

A obra começou a ser feita em julho de 2021 e segundo a Semobi, a ampliação da Terceira Ponte e a construção da Ciclovia da Vida já estão na fase final. A criação de duas novas faixas, uma por sentido, farão com que a capacidade do trânsito seja aumentada em torno de 40%.

Além disso, cerca de 7 km de ciclovia estão sendo entregues que funcionam como uma barreira para evitar que as pessoas tirem suas vidas na ponte.

A PREVISÃO É ENTREGAR A AMPLIAÇÃO DA TERCEIRA PONTE EM JULHO. A SECRETARIA RESSALTA QUE A OBRA NÃO SOFREU PARALISAÇÃO E ESTÁ DENTRO DO PRAZO CONTRATUAL”, INFORMOU A SEMOBI.