Joel dos Santos Caldeira: História de sucesso na escola pública

89

Joel foi  aluno da rede pública de ensino de Vila  Velha desde a alfabetização com a professora Adriana Bermudes na UMEF.

Raymunda de Mendonça.  Joel hoje tem 13 anos de idade , possui 1 livro publicado e vários textos selecionados em coletâneas e antologias de literatura.  Jojo como é conhecido entre os amigos é aluno exemplar.  Dedicado aos  estudos foi um colaborador no projeto literário Café com Escritor elaborado por sua mãe,  onde visitava  as escolas da rede pública da cidade canela verde levando motivação para as crianças e adolescentes , estimulando o uso contínuo e positivo das bibliotecas escolares. Jojo já foi matéria da Gazeta falando sobre o papel da ESCRITA e diversas vezes citado como referência de aprendizado.

Joel tem mais de 3 moções honrosas das câmaras de Vitória e Vila Velha juntas , por várias vezes conseguiu ser aluno destaque na escola  que estuda atualmente .  Hoje está  Matriculado na Escola Estadual Catharina Chequer e cursando o 8° ano vespertino , Joel fez parte do Conselho de escola onde  estudou em Boa Vista e se dedica bastante pra ingressar na Marinha do Brasil .Joel gosta de praticar esporte dentro do seu condômino na 5°etapa em Coqueiral de Itaparica. Diz cuidar da saúde do corpo e da mente. Aprendeu com seu avô José Marcelo servidor aposentado do Tribunal  de Contas da União.

 

 

 

Jojo é poeta, atleta, não é de periferia mas é  engajado nas lutas da escola pública.  Ele é resultado de que bom aluno se faz em qualquer ambiente e que o ensino público tem seu valor . Joel como todo  adolescente gosta de brincar, ler , escrever e conversar.  Nascido em Vitória na santa Casa de Misericórdia, ele tem orgulho de dizer que é capixaba da Gema. Filho de mãe carioca e pai canela verde , Jojo é o resultado de parceria entre escola pública  e família dedicada .

A história do Joel que virou sequência didática com a professora Letícia Berger da UMEF Zaluar Dias em 2021  foi “ Meu amigo Bito” onde ele apresenta seu animal de estimação e as crianças fazem atividades sobre o conto.

Joel mostra que os professores de vila velha tem seu valor, que as crianças negras têm potencial e não importa a gestão municipal a escola pública sempre será referência para quem tem compromisso com a educação ( professores e alunos ) .

Jojo pretende estar na Bienal do Livro que sua mãe batalha pra

Tornar realidade e segue fazendo seus registros para publicar outro livro como inspiração do que tem vivido atualmente.  Ele escreve sobre natureza, família, sentimentos e valores.  A Rede Pública Estadual de Ensino hoje acolhe Joel e com certeza será um outro ciclo de sucesso na literatura infanto juvenil.

Que tenhamos um país lotados de crianças como Joel. Vencedores.                                                                                                      por Ivan Ribeiro