Tempos difíceis para os servidores da prefeitura de Vila Velha, Veja..

129

Tempos difíceis para os servidores da prefeitura de Vila Velha. Alguns servidores da educação municipal que representam maioria no corpo efetivo da cidade , estão sendo notificados novamente a prestarem contas dos gastos que fizeram sobre o cartão educação que usaram para comprar as ferramentas tecnológicas em 2021. Alguns servidores alegam que receberam por e-mail que a prestação de contas estava correta, agora precisam devolver valores de 48 reais entre outros . Em todos os segmentos há algum tipo de queixa ou reclamação sobre os atos da administração sobre seus funcionários.

Luciana vem sofrendo sofrendo Assedio moral

O caso mais comentado é o da servidora Luciana Medeiros dos Santos que além de não ter recebido ainda sua gratificação de dedicação exclusiva, responde um PAD de cunho político e vexatório. Não foi provado o que a gestão apontou para abrir a sindicancia sobre a servidora e ainda cortaram o ponto da professora na SEMAD de forma aleatória segundo ela para prejudica lá. Luciana está numa luta sem fim contra o assédio moral que vem sofrendo na atual gestão municipal. A ponto da corregedoria ir na sua escola SCANEAR o livro de ponto depois dela pedir na justiça ressarcimento sobre o corte de ponto indevido e para limparem sua ficha funcional . A servidora que também é readaptada tem outro processo na justiça correndo contra a perseguição da SEMED sobre sua localização de trabalho. Luciana diz que a secretária de educação separou suas cadeiras e ainda a colocou pra trabalhar em escolas contramão e que ficam há 50km de sua casa . Retaliação por fazer oposição ao prefeito e reivindicar direitos trabalhistas. A servidora conta hoje com 4 advogados para se defender das maldades da gestão e tem conseguido êxito também junto ao ministério público. Ela move ações contra assessores e outros comissionados que obedecem aos desmandos da gestão. As provas são anexadas e o desgaste físico e emocional já faz parte da vida da professora Luciana. Muitos servidores não tem noção de direitos administrativos e são prejudicados por falta de orientação e informação. Segunda ela essa é a gestão mais cansativa, humilhante e perversa para se trabalhar. Não há diálogo e muito menos um olhar humanizado sobre os servidores. Laudos e atestados são indeferidos com motivos que podem ser questionados na justiça ( desvio de finalidade ) e o assédio moral institucionalizado deve ser combatido com denúncias e judicializacoes coletivas. Essa é a Vila velha do futuro. Servidores doentes, perseguidos, cansados, humilhados e sem apoio de nenhum vereador da cidade. seria interessante o poder público e a sociedade civil procurar saber o que está acontecendo com os servidores que tanto se dedicam ao município canela verde.                                                                                                                                                                                      Ivan Ribeiro