Um verdadeiro Massacre Eleitoral! É o que poderá ocorrer na cidade de Vitória no 2° turno das Eleições Municipais de 2024

678

Lorenzo Pazolini, um líder nato, orgulho dos Capixabas.

Um verdadeiro Massacre Eleitoral é o que poderá ocorrer na nossa Capital em 2024 caso tenhamos um eventual 2° Turno.

 

O atual prefeito de Vitória Lorenzo Pazolini, aparece como favorito nos cenários de segundo turno contra todas as candidaturas.

 

Pazolini vence em todas às projeções

 

– A prefeitura de Vitória e o atual prefeito são avaliados com mais de 83% de aprovação pelos entrevistados.

 

Todos os adversários de Pazolini seriam derrotados num 2° turno

 

VEJAM OS GRÁFICOS DO MASSACRE DO 2. TURNO EM 2024 DE LORENZO PAZOLINI CONTRA TODOS OS ADVERSÁRIOS:

 

 

INTENÇÃO DE VOTOS PARA O 2º TURNO

 

A Futura Inteligência simulou oito cenários para o segundo turno.

 

Os entrevistados puderam indicar as intenções de votos entre os possíveis candidatos, caso a disputa pelo Executivo municipal siga para 2º turno.

 

Na projeção de disputa entre Pazolini e Coser, o atual prefeito aparece com 49,2%, contra 39,5% atribuídos ao petista. Brancos e nulos somam 7,3% e indecisos 4,0%.

 

(Foto Coser)João Coser

 

No segundo cenário, considerando um 2º turno entre Pazolini e Luiz Paulo, o republicano soma 52,2% das intenções de votos, enquanto Luiz Paulo obtém 31,9%. Cerca de 9,8% votariam branco ou nulo, e 6,1% dos eleitores ouvidos estão indecisos.

 

(Foto Luiz Paulo)Ex prefeito Luiz Paulo

 

 

Pazolini também aparece na frente na disputa com seu antecessor, Luciano Resende. O atual prefeito foi escolhido por 54,5% dos entrevistados, enquanto Resende teve 29,1% da intenção de voto. Brancos e nulos representam 10,6% e indecisos 5,7%.

 

(Foto Luciano Rezende)Ex prefeito Luciano Rezende

 

Na disputa com Camila Valadão, Pazolini tem 60,4% da intenção de votos, enquanto Camila aparece com 24,3%. Cerca de 9,7% votariam branco

ou nulo, e 5,6% dos entrevistados disseram ficarem indecisos.

 

(Foto Camila)Camila Valadão

 

No cenário entre Pazolini e Capitão Assumção, o prefeito alcança 60,9%, enquanto Capitão Assumção fica com 16%. Os votos brancos e nulos chegam a 19%, maior percentual em todos os cenários projetados. Já os indecisos somam 4,1%.

 

(Foto Assunção)Capitão Assunção (PL)

 

Na disputa entre Pazolini e Tyago Hoffmann, o prefeito alcança 64,8%, enquanto Tyago fica com 11,7%. Brancos e nulos somam 16,6% e indecisos 6,9%.

 

(Foto Thiago Hoffmann)Thiago Hoffmann

 

Em um cenário entre Pazolini e Sergio Majeski, o prefeito aparece com 61,4% e Majeski com 19,4%. Os votos brancos e nulos chegam a 2,6% e indecisos a 6,6%.

 

(Foto Mageski)

Ex deputado Sérgio Mageski
Ex deputado Sérgio Mageski

 

No cenário contra Fabricio Gandini, Pazolini tem 62,1%, enquanto Gandini aparece com 21,1%. Cerca de 11,0% dos entrevistados disseram que votariam branco ou nulo, e 5,8% estão indecisos.

 

(Foto Gandine)

Gandine deseja mais estruturas para à campanha