Avião presidencial chega ao Egito para levar ajuda a Gaza e resgatar brasileiros

24

A aeronave brasileira que estava em Roma levou para o Egito 40 purificadores de água portáteis, e dois kits de medicamentos e insumos O avião brasileiro, cedido pela Presidência da República, que estava em Roma chegou nesta quarta-feira (18/10) ao Aeroporto Internacional de Al-Arish, no Egito. O local é reservado para operações aéreas que prestam apoio humanitário a Gaza.

O avião, que saiu do Brasil, com o intuito de resgatar os brasileiros que estão em Gaza, levou 40 purificadores de água portáteis, e dois kits de medicamentos e insumos enviados pelo governo federal para ajudar as pessoas que estão na Faixa de Gaza. Nesta quarta, Israel disse que irá permitir que ajuda humanitária entre no sul de Gaza.

A única fronteira de Gaza que não seja com Israel é pelo Egito, na cidade de Rafah, mas o país tem dito que a passagem está danificada devido aos bombardeios de Israel. Por isso, em El-Arish estão concentradas todos os suprimentos humanitários enviados por diferentes países para ajudar a região. Nos últimos dias, a cidade recebeu voos  de ajuda da Jordânia, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Organização Mundial da Saúde e Cruz Vermelha.

Após deixar a ajuda humanitária, o avião brasileiro irá para o Cairo onde aguardará a chegada dos 32 brasileiros que estão em Rafah. Ainda não há informações de quando eles vão conseguir deixar a cidade.

O diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu a abertura da passagem de fronteira de Rafah, entre Gaza e Egito, para a entrega de ajuda humanitária e saída de pessoas que se deslocaram do norte de Gaza. Segundo ele, a situação em Gaza está ficando “incontrolável”.