FIM DO ROMANCE

134

Foram 8 meses de namoro com o PSOL, mas a professora e escritora Luciana Santos resolveu sair do partido. Após o empate na plenária municipal na cidade de Vila Velha e o desgaste interno pela disputa de espaços na legenda , a servidora resolveu traçar outro caminho . Luciana tem 50 anos ,é carioca, formada nas bases do PT em 1996, na última eleição filiou se ao PSB para ajudar a eleger o governador Renato Casagrande buscando votos entre os servidores do município canela verde . Porém como sempre fez oposição acirrada ao prefeito Arnaldinho Borgo preferiu sair do partido para evitar constrangimento ao governo do estado.
Luciana buscou abrigo no PSOL mas percebeu que não há movimento nem apoio para formar novas lideranças nos espaços de poder do partido. A escritora alegou que há muita resistência com os novos filiados e divergências internas no modo de agir e de pensar das caricaturas mais tradicionais que compõem a base do PSOL .
A esquerda de um modo geral na cidade de Vila Velha esta passiva, anestesiada e desanimada. Caso se joguem na disputa para as eleições de 2024 será apenas para cumprir tabela na cidade . Parece não haver interesse em ter mandatos no legislativo e no executivo da cidade . Estão silenciados desde o início da atual gestão do prefeito Arnaldinho Borgo e não se movimentam como oposição. Nem sequer notas de repúdio sobre os excessos da administração municipal.
Luciana Santos já recebeu convite para estar com outros setores políticos da cidade de Vila Velha, principalmente dos que são contrários a atual gestão.
A servidora tem forte liderança entre os servidores públicos municipais e até mesmo estaduais , defende pautas femininas e impulsiona a arte e cultura literária na cidade canela verde . Seu engajamento vida proteger o servidor público, combater a misoginia e fomentar a literatura como forma de transformação social.
O ano de 2024 promete muitas surpresas e as mulheres serão os destaques da próxima eleição. Elas não estão vindo apenas para serem cotas ou preencherem chapas . Estão dedicadas a disputar espaços de poder com pautas relevantes para toda a população.                                                                                               Ivan Ribeiro