#SEXTA-FEIRA E LÁ VEM A INDEPENDENTES DE EUCALIPTO BRIGANDO PELO O TÍTULO DE CAMPEÃ DO GRUPO DE ACESSO

2228

 

 

EDERSON SILVA PEREIRA ou simplesmente Neno Bahia, o que será que este cabra da peste esta aprontando para o dia 02/02/2024? Presidente da Associação de Moradores do Bairro Santos Dumont em Vitória e Presidente da Independentes de Eucalipto, Neno Bahia deu o pulo do gato ao levar Baixo-Guandu para o Sambódromo Capixaba 2024.

Fundada em 1982 , a escola Independente de Eucalipto, que está em busca de seu segundo título, tem como enredo 2024 “Baixo Guandu – Pelo Mar E Nos Trilhos da Economia O Progresso Se Fez”, e será a escola que fecha os desfiles do primeiro dia de Carnaval (2).

A agremiação desfilará com 1200 componentes, juntos a 18 alas, 2 carros alegóricos, 1 pede passagem, além de 2 tripés e 1 elemento cenográfico.

 

Independentes de Eucalipto

SÍNTESE DO ENREDO 2024

A travessia do Atlântico!

A jornada era longa! Vender os pertences e as poucas coisas que restavam foi a única forma de conseguir a documentação necessário da viagem e adquirir as passagens. Já no porto, os agentes locais da imigração se aproveitaram a situação, enquanto as famílias ficavam á espera do embarque, ofereciam e cobravam serviços duvidosos. As bagagens incluíam malas, sacos e sacolas, baús com louças, armas de fogo, instrumentos de trabalho, roupas que quase sempre chegavam ao destinos danificadas ou mesmo nem chegavam, desaparecendo durante a viagem. Os Italianos, espanhóis e franceses deixavam sua terra em direção ao Brasil sem ter quase nenhum conhecimento da região para onde se dirigiam. As cartas de parentes ou amigos que já haviam realizado a travessia oceânica, e as orientações das companhias de navegação era a única forma de informação pra a nova vida que os aguardava no novo mundo. Depois de aproximadamente quarenta dias de viagem, os imigrantes aportavam no Brasil, eram conduzidos até um galpão com imigrantes de outras etnias para receber refeição e aguardar seu embarque á hospedaria dos imigrantes.

O Espirito Santo era um desses destinos. Levas expressivas de famílias europeias desembarcaram no porto da capital Vitória sendo direcionadas para o interior, para realizar o trabalho agrícola nas fazendas já estabelecidas e também para abrir novos núcleos de colonização nas áreas muitas das vezes ocupadas por indígenas. Assim começou a história de muitos municípios capixabas. Assim começou a história de Baixo Guandu.

 

 

 

Meu carnaval tem Manifestações culturais!

Para estimular o desenvolvimento socioeconômico local de Baixo Guandu, investir em segmentos de festas e eventos. Os principais eventos são a festa do aniversário da cidade em abril, festa de SÃO PEDRO padroeiro da cidade, Também o padre Alonso foi um dos formadores da cultura social de Baixo Guandu, e a cultura religiosa do granduense teve sua formação em quase meio século de sua incansável dedicação.  Uma cidade festeira com grandes festas juninas e a ExporGuandu. Também na rampa do Monjolo, tem o campeonato de voo livre que faz do turismo crescer.

Baixo Guandu contou com um marcos culturais em sua história. O cine Alba foi construído pelas famílias Holz e Kunkel e inaugurado em 1954, sendo então considerado a melhor casa do gênero no estado; havia 800 cadeiras estofadas com modernos sistemas de som e iluminação e ventilação, além das atrações cinematográficas também era um dos palcos de shows com artistas regionais ou nacionalmente conhecidos.

Hoje, Baixo Guando, grande forte hospitaleira, orgulho imenso desta terra brasileira, como é bonito a gente ver teus cafezais ao florescer, ao ver teus campos, tuas grandes cachoeiras ao ver tuas matas nas linhas cordilheiras ao contemplar a lua branca cor de prata, quando chega a primavera os teus montes se florescem.

Oh! Guandu, terra forte e amada, pedacinho do meu coração. A INDEPENDENTE DE EUCALIPTO encher o Sambão do Povo em Vitória, sobre os trilhos do trem, vagões cheios de histórias, sabores e aroma de um povo que fez e faz dessa cidade o progresso e desenvolvimento de uma terra forte e grandiosa.

 

Lastenio Cardoso Prefeito de Baixo Guandu

PREFEITO LASTENIO CONFIANTE

O prefeito da cidade de Baixo Guandu Lastenio Luiz Cardoso recebeu recentemente à escola de Samba Independentes de Eucaliptos numa festa do municipio aonde foi apresentado o samba enredo para 2024  “pode ter certeza que nós estamos no caminho certo e a Independentes de Eucalipto vai vir para brigar de igual para igual em busca do titulo de campeã, disse o prefeito de Baixo Guandu  Lastenio Luiz Cardoso.

 

 

O enredo vai abordar as origens de Baixo Guandú, o processo de colonização da região e a história dos primeiros povoados do local. Perpassando a trajetória das famílias que vinham da Europa e faziam daqui sua morada, além dos indígenas que originalmente habitavam a terra.

O presidente da escola o cantor de axé  Neno Bahia, comenta sobre a escolha do enredo: Baixo Guandu é uma cidade que tem muita história e muito a ofertar. Através do samba nós buscamos levar para a avenida a história da região, nós viemos para disputar o titulo de campeã do carnaval capixaba de 2024, finalizou Neno Bahia.”

 

A ESCOLA DO PRESIDENTE NENO BAHIA É UMA FORTE CANDIDATA AO TÍTULO 2024.

 

Baixo Guandu – Pelo Mar    E Nos Trilhos da Economia O Progresso Se Fez”

Eu vou embarcar com a “independente”, meu bem
Vou com leão nessa viagem de trem
Terra amada, pedacinho do meu coração
Baixo guandu é minha inspiração

 

Imigrantes de além-mar
Sofreram pra chegar
Pro trabalho desse chão
Novo mundo encontrou
Toda história começou

Lá na colonização

Era um lugar importante
Para o bandeirante
Caçar e pescar
Índio valente guerreiro
Ele foi o primeiro
Que habitou esse lugar

O negro ajudou também construir essa cidade
Sobre os trilhos ferro veio desenvolvimento e trouxe a felicidade
Do granito aos lindos cafezais

A economia é demais
Rio doce e guandu
A água com flúor
Faz sorrir o cidadão

Que encanto! Que beleza!
Nunca vi tanta riqueza
Seu progresso é sedução
Tem festa do padroeiro vem pra cá
Viva São Pedro! Vamos juntos festejar

É seu costume e tradição

Padre Alonso estende a mão
Para nos Abençoar
Hoje grande, forte, hospitaleira
A nação brasileira
Tem muito a se orgulhar

Vem ver meu amor vem ver
Seus montes florescer e a lua brilhar